Entre pimentas e tomates

Mal sabia eu que viver em Belo Horizonte, mesmo que por muito pouco tempo (apenas um mês), me proporcionaria uma experiência tão mineirinha. Café e pão de queijo eram o que mais se via por aquelas terras, restaurantes que só de lembrar já me fazem salivar, são tantas guloseimas! A lista que vai literalmente de A a V, mistura angu mineiro, frango com quiabo, queijo minas e broinha de fubá. Belo Horizonte cheira a Mercado Central, ir  àquela terra e não passar pelo Mercado é quase um pecado capital, são tantas peculiaridades, que aqui não há linhas para descrever. Não só a Belo Horizonte me limitei, Ouro Preto, Lavras Novas (um dos lugares mais lindos), Tiradentes e Rio Acima, também visitei. As paisagens desses lugares são de tirar o fôlego, e mais do que visitar as cidades, nós nos dedicamos mesmo foi a fazer trilhas pelas serras e campos. Entre umas e outras horas, a fome mandava recado e parávamos num daqueles restaurantes de vó (quem teve vó na infância irá me entender) para encher a pança. Preciso aqui admitir, algo que só veio me chamar a atenção depois de um bocado de tempo, foi a tal da pimenta biquinho. Ela era, mais do que arroz e feijão, uma constante em nossos almoços. Eu que não sou lá uma grande fã das pimentas, me rendi ao sabor leve e adocicado da pimenta biquinho.

Nossa primeira pimenta madura!

Nossa primeira pimenta madura!

Em uma tentativa de preservar com cuidado os sabores de Minas, resolvi trazer as sementes para a Finlândia mas, com o inverno batendo na porta, foram inúmeras as tentativas frustradas. O meu desejo só foi dar certo mesmo quando o ar de esperança da primavera chegou. Junto com as pimentas, resolvi me aventurar e plantar também três pés de tomates, começava ai uma das minhas maiores paixões, um daqueles hobbies que não quero abrir mão. Me recuso a utilizar palavras para descrever o quão feliz me sinto ao ver, um dia após o outro, a planta crescer, dar flores e frutos. Como uma mãe, que em qualquer circunstância diz com a boca cheia que o seu filho é o mais lindo do mundo, fico orgulhosa das minhas plantinhas e admirando tanta beleza, sempre digo, “não é por nada não, mas esses são os tomates mais deliciosos que eu já degustei.” Quando colhemos o primeiro tomate, fizemos festa com direito a espumante e taças de cristais. No verão, passava horas lendo debaixo dos pés de tomates e pimentas, a nossa sacada de 1m² se transformou em uma linda hortinha, a nossa hortinha.

Nossos tomates

Nossos tomates

Por que plantar tomates? O Matias, há muito tempo, só compra produtos orgânicos, desde cerveja a cebola, no começo me senti um pouco relutante, pois isso significaria que iria passar a pagar de duas a três vezes a mais do que o meu orçamento inicial. Mas antes de tomar qualquer decisão sempre leio, leio e depois leio mais um pouquinho, vejo documentários e converso com pessoas que entendem do assunto. Bom, a verdade é que o que li foi mais assustador do que qualquer filme de terror. Hoje, depois de 1 ano e alguns meses adepta de produtos orgânicos já não tenho muitos pesadelos sobre o assunto e o que escreverei abaixo não é nem de longe toda a verdade, para aqueles que interessarem deixarei alguns links de organizações que trabalham com o assunto.

Pesticidas são as únicas substâncias tóxicas intencionalmente colocadas no meio-ambiente com o objetivo de matar seres vivos, incluindo ervas, insetos, fungos, roedores e animais, como nós, humanos.

Pesticidas e Saúde

Pesticidas estão conectados a vários problemas de saúde, variando desde problemas de curto prazo, como dores de cabeça e náusea, a situações crônicas, como câncer, reprodução comprometida e desregulação endocrinológica. Em 2010, cientistas da Universidade de Montreal e Harvard descobriram que a exposição a resíduos de pesticidas, encontrados em vegetais e frutas, simplesmente dobra a chance de uma criança ter Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade. Além do mais, em 2007, o Instituto de Saúde Pública da Califórnia, relatou que uma mãe que se alimenta com plantas contendo organoclorado, tem 6 vezes mais chance de ter um filho com autismo. Como se isso já não bastasse, em 2009 foi publicado um estudo no qual foi descoberto que crianças que vivem em casas nos quais pais utilizam alimentos com agrotóxicos tem duas vezes mais chances de desenvolver câncer no cérebro se comparado a crianças que se alimentaram apenas com alimentos orgânicos em casa. Só para piorar um pouquinho (prometo que será o último dado), o Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos, encontrou que fazendeiros que tem plantações têm relatado um aumento considerável de números de pessoas com câncer se comparado com outras populações. De acordo com o Professor Samuel Epstein, da Universidade de Illinois (U.S.A), hoje no mundo, a cada dois homens, um tem/teve câncer, e uma a cada três mulheres tem ou teve câncer, segundo o professor essa epidemia se deve em grande parte ao uso de pesticidas.

Pesticidas e o meio-ambiente

Pesticidas se acumulam na água, poluem o ar, matam insetos, microrganismos e vermes que são benéficos ao ambiente, organismos que naturalmente limitariam pestes e manteriam o solo saudável. Pesticidas também enfraquecem o sistema imunológico das plantas, além de reduzir nutrientes essenciais do solo como o nitrogênio e fósforo.

Seguro: O mito

Por mais que as grandes corporações dizem o contrário, pesticidas mesmo quando usados legalmente, não são seguros. De acordo com a Agência de Proteção Ambiental, uma substância que causa câncer pode ser usada mesmo diante dos riscos se os seus benefícios “econômicos, sociais e ambientais” forem maiores do que os riscos. Isso mesmo, você leu direitinho, e é claro que os benefícios econômicos para essas empresas são enormes. De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, 70 ingredientes causadores de câncer são hoje usados em pesticidas. E para acabar com o pequi do Goiás, a grande maioria (372) dessas substâncias nunca foram inteiramente testadas. Lembra do DDT? Aquela substância que foi proibida de ser usada em 1985 no Brasil e 1972 nos U.S.A. Então, 99% das mulheres testadas (nos U.S.A) hoje ainda continham em seus organismos resíduos de DDT. Uma mulher com resíduos de DDT em seu organismo tem 5 vezes mais chances de ter câncer de mama.

E para aqueles que gostariam de ler mais um pouquinho, vale a pena pesquisar sobre o caso de uso estremo do pesticida Agent Orange (criado pela Monsanto) usado pelos Estados Unidos no Vietnam, entre 1961 e 1971. Hoje, como consequência, 3 milhões de Vietnamitas sofrem com sérios problemas de saúde.

 Se você, assim como eu e a maioria mundial, está financeiramente “apertada”, que tal escolher apenas um tipo de fruta orgânica para comprar por semana, além disso há tantos alimentos fáceis de serem plantados. Nesse link você achará uma listas com os alimentos que possuem maiores concentrações de pesticidas. Clique aqui e/ou aqui!

Algumas pessoas que conhecem o meu jeito de viver – só ando de bicicleta, compro roupas e moveis usados, compro produtos orgânicos, não como carne, uso energia sustentável, entre outras coisas – costuma dizer, “Por que você faz isso? Todos nós morreremos um dia mesmo.” Sim, eu sei que todos nós morreremos, e particularmente acho que a morte dá um toque especial e interessante na vida. Mas bom, a verdade mesmo é que eu quero morrer tranquila e em paz comigo mesma, quero da menor forma possível impactar negativamente o ambiente, o que eu faço é pensando no meio-ambiente, na natureza, nos outros animais, que assim como nós, tem o direito de viver nesse planeta.

Nossas pimentas

Nossas pimentas

Nossa hortinha

Nossa hortinha

Anúncios

14 comentários

  1. Gente…. fico tão orgulhosa de ter uma filha assim, Acompanhei todo o crescimento das pimentas e dos tomates, e confesso que mesmo tão distante me sentia uma vovó desses fofinhos lindos. E seguindo o seu exemplo, a partir de agora prometo comprar pelo menos 50% de produtos orgânicos. Parabéns,,, você é meu orgulho. Te amooooooooo,,,

  2. Karol, que lindo, só te conhecendo mesmo esse pouquinho para entender o que faz e escreveu, parabéns continue se interessando e melhorando cada dia mais, abraços

  3. Parabéns Carol pelo texto simples e rico de informações.
    E uma pena que poucas pessoas conhecem o sabor de frutas e verduras cultivados naturalmente.

    Beijoos

    Te AMO

  4. Carol já lí todos os seus textos e te confesso fico aguardando a próxima edição para viajar com você. Uma viagem linda e maravilhosa por lugares inusitados aí na Europa mas sobretudo uma gostosa viagem nas sutilezas da vida, dos lugares e dos seres humanos com os seus mais variados exemplares, mas que no fundo refletem a imensa igualdade de nós mesmos uns com os outros. Somos feitos de coisas e gestos simples e nossa alma se alimenta diariamente de sonhos e desejos que se alinham num curioso decurso chamado VIDA. Por vezes pensamos que só seremos felizes ao atingir um determinado objetivo , mas como já disseram por aí , não existe um caminho para a felicidade. “A felicidade é o caminho”. Beijos pra você e abraços para o Matias. Continue sendo essa pessoa maravilhosa que sempre foi. Não deixe nunca perder o fio da humildade.” Eu nunca ví ninguém perder por ser humilde”. Fica com DEUS. Te Amo.
    Tio e Padrinho Cenyldes

Deixe uma mensagem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s